View Notice

CONSULTORIA LOCAL PARA O MAPEAMENTO DE INICIATIVAS DE EMPREENDEDORISMO SOCIAL EXISTENTES EM STP E DIÁSPORA
Procurement Process :IC - Individual contractor
Office :UNDP SAO TOME AND PRINCIPE - SAO TOME AND PRINCIPE
Deadline :30-Sep-21
Posted on :01-Sep-21
Development Area :CONSULTANTS  CONSULTANTS
Reference Number :82705
Link to Atlas Project :
00122503 - Health Information System and youth entrepreneurship
Documents :
TDR_Recrutamento de Consultor_Mapeamento Empreendedorismo Social
Anexo 1 & 2
Overview :

Consultancy Title: Consultoria Local para o Mapeamento de Iniciativas de Empreendedorismo Social existentes em STP e Diáspora 

Project name: “00118055   - Health Information System and youth entrepreneurship- Social protection in STP

Description of the assignment: O(a) consultor(a) local deverá criar um mapeamento de iniciativas de empreendedorismo social existentes, quer no território nacional quer na diáspora. Este processo deverá identificar as iniciativas existentes, em funcionamento, caracterizando-os nas suas diversas tipologias, nomeadamente aérea de atividade, localização, impacto, forma legal, entre outros pontos relevantes para a sua caraterização.

Duty station: Sao Tome, Sao Tome e Principe

Period of assignment/services (if applicable): 2 meses

As propostas devem ser submetidas o mais tardar até o dia 16 de setembro 2021às 23h59 via o email bidsstp@undp.org , contendo as seguintes menções:

CONCURSO DE CONSULTORIA NACIONAL PARA O MAPEAMENTO DE INICIATIVAS DE EMPREENDEDORISMO SOCIAL  DOS SANTOMENSES (STP E DIÁSPORA) “PROPOSTA TECNICA”

 CONCURSO DE CONSULTORIA NACIONAL PARA O MAPEAMENTO DE INICIATIVAS DE EMPREENDEDORISMO SOCIAL  DOS SANTOMENSES (STP E DIÁSPORA “PROPOSTA FINANCEIRA”

As propostas devem ser expressas em Português, e válidas por um período mínimo de 60 dias.

BACKGROUND

O SDG Fund Proteção Social é um programa conjunto do Sistema das Nações Unidas em São Tomé e Príncipe, através de envolvimento de várias agências, tais como o PNUD, UNICEF, OIT, OMS, implementado em parceria com o Ministério do Trabalho, Solidariedade, Família e Formação Profissional, e outros Ministérios para o período 2020 e 2021.

O seu objetivo é apoiar a realização do registo social (RS), através de elaboração de um quadro de intervenções destinadas a melhorar o acesso das famílias extremamente pobres à proteção social e aos serviços sociais, em três dos sete distritos do país, nomeadamente Lembá, Água Grande e Mé-Zóchi.

A iniciativa contempla um conjunto de atividades conjuntas das agências e dos parceiros, no apoio as famílias vulneráveis. Além disso o programa facilitará o acesso dos beneficiários a outros serviços   complementares, como a educação parental, empreendedorismo social, saúde, nutrição, monitorização e gestão de casos através do DHIS2, um sistema de gestão de dados de saúde.

Com o intuito de transformar positiva e socialmente os jovens, os Ministérios do Trabalho, Solidariedade, Família e Formação Profissional (MLSFPQ) e o da Juventude, Desporto e Empreendedorismo (MJDE), o Instituto da Juventude, Conselho Nacional da Juventude, Direção de Empreendedorismo, junto à UNICEF e PNUD, estão a implementar a componente de engajamento Jovem através do Programa Conjunto.

Empreendedorismo Social no Programa Conjunto

A inclusão do empreendedorismo social é fruto do sucesso na implementação do projeto - encorajar os jovens a se tornarem empreendedores sociais, implementado entre 2019 e 2020, no desenvolvimento de capacidades em empreendedorismo social, executado em parceria com o Ministério da Juventude, Desporto e Empreendedorismo, e as Câmaras de Água Grande e Mé Zochi. Em 2019, cerca de 150 jovens desenvolveram as suas competências em empreendedorismo social, na vertente de negócio social, ministrada a distância pela ONG Yunus and Youth, durante os meses de agosto e novembro, nos Centros de Acompanhamento do Empreendedores Sociais (CAJES).

Após o fim do processo de desenvolvimento de competências, 30 planos de negócios sociais, foram pré-selecionados, para o evento final, em dezembro de 2019, na qual 15 projetos saíram vencedores, após uma avaliação da equipa de júri. Os projetos vencedores beneficiaram de uma subvenção para sua implementação, por parte do PNUD.

No entanto,  as iniciativas de empreendedorismo social atuais, inserem-se no âmbito da participação do PNUD, no programa conjunto, através do projeto Health Information System and youth entrepreneurship- Social protection in STP.

Objetivos da componente de Empreendedorismo Social no Programa Conjunto

- Engajar os jovens para que possam continuar a desenvolver as suas competências, para permitir a criação de iniciativas, que fomentem o empreendedorismo social, e ajudem na resolução dos problemas sociais na comunidade;

-Desenvolver atividades que fomentem, o desenvolvimento de competências em empreendedorismo social com/para jovens.

Assim, sendo, pretende se criar um mapeamento das iniciativas acima mencionadas, existentes no país e na diáspora, na vertente de empreendedorismo social, como forma a ter uma plataforma comum única dessas iniciativas, e perceber o seu real impacto na resolução dos problemas sociais do país.